Seu blog sobre Indústria 4.0

Como os pilares da Indústria 4.0 mostram a necessidade da implantação de Tecnologia Industrial para a geração de melhoria contínua dos produtos.

A tecnologia está no dia a dia das pessoas, seja para se alimentar, se vestir, se locomover e até se relacionar. E quando falamos da compra de produtos vindos da indústria, o cliente é tão exigente quanto nas outras esferas, demandando pontualidade, transparência na comunicação e qualidade do produto.

Esse contexto exige que as indústrias sejam adeptas à Indústria 4.0, implantando tecnologia industrial, para a geração da melhoria contínua, que atinja a qualidade demandada pelos clientes. Além da eficiência operacional para redução de custos e aumento de receita.

O que é a indústria 4.0?

A Indústria 4.0, também chamada de Quarta Revolução Industrial, tem no seu campo de atuação um amplo sistema de tecnologias avançadas como inteligência artificial, robótica, internet das coisas e computação em nuvem.

Essas aplicações têm o objetivo de promover a digitalização das atividades industriais melhorando os processos, através da melhoria contínua e aumentando a produtividade.

Os conceitos citados, há pouco tempo eram desconhecidos para a maioria das pessoas. Contudo, rapidamente se disseminaram, se tornando parte do dia a dia de diversos negócios e da população em geral. Porém, mesmo estando presente no dia a dia das pessoas, não são todas que entendem exatamente as funcionalidades e diferenças entre cada tecnologia.

Confira abaixo uma descrição para orientar melhor você sobre esse assunto:

1) Inteligência Artificial

Aplicação de análise e técnicas baseadas em lógica, incluindo aprendizado de máquina, para interpretar eventos, analisar tendências e comportamento de sistemas, além de automatizar decisões para realizar ações.

2) Robótica

Dispositivo mecânico que age parcialmente, ou totalmente, interage fisicamente com as pessoas ou no ambiente em que está, de forma autônoma. Também são capazes de modificar seu comportamento com base em dados de sensores.

3) Internet das coisas

Interconexão entre objetos por meio de infraestrutura habilitadora (eletrônica, software, sensores e/ou atuadores), com capacidade de computação distribuída e organizados em redes, que passam a se comunicar e interagir, podendo ser remotamente monitorados e/ou controlados, resultando em ganhos de eficiência.

4) Computação em nuvem

Por fim, o Cloud Computing é a distribuição de serviços de computação – servidores, armazenamento, banco de dados, redes, software, análises, inteligência – pela internet. Dessa forma, possibilitando o acesso às informações da empresa de qualquer lugar.

Como consequência os stakeholder podem atuar em diferentes localidades ainda mantendo a unificação das informações. Desta forma evitam-se investimentos altos em equipamentos e equipe de suporte, permitindo a empresa focar em investimentos nas suas atividades principais.

Quais são os principais desafios da indústria 4.0?

Aplicar os conceitos listados acima não é tarefa fácil. E conseguir com que sua aplicação supra as necessidades da operação é ainda mais desafiador!

Profissionais que são responsáveis por gerir a produção industrial enfrentam muitos desafios para conseguir garantir a qualidade, gestão de prazos, otimizar mão de obra, processos e desempenho de máquinas. Tudo isso enquanto calculam o preço dos produtos e controlam o estoque, com o objetivo de ter maiores margens de lucro para sua empresa e aumentando a sua competitividade no mercado.

  • Podemos sintetizar esses desafios em 6 principais tópicos:
  1. Planejar compras e gerir estoques;
  2. Definir preço de venda;
  3. Gerenciar o chão de fábrica;
  4. Prometer prazos de entrega realistas e cumpri-los;
  5. Garantir a qualidade dos seus processos;
  6. Rastrear as origens de cada produto.

Benefícios da implantação dos softwares da Indústria 4.0

A implantação da tecnologia industrial se apoia na solução dos desafios, trazendo benefícios claros. Confira a seguir alguns exemplos que reforçam a relevância da sua atuação:

  • Aumento da eficiência;
  • Redução de erros e imprevistos;
  • Diminuição dos gastos e desperdícios;
  • Tomada de decisão baseada em dados;
  • Promoção da inovação.

Esses, e tantos outros benefícios da indústria 4.0, garantem o melhor funcionamento da empresa. Dessa forma, garantindo processos mais automatizados, que resultam em eficiência além de redução de custos.

Além disso, a geração de dados no processo permitem decisões mais assertivas que por sua vez dão espaço à inovação. Com esses pontos chaves, podemos solucionar diversos problemas da indústria, em seus mais diversos setores de atuação.

A Indústria 4.0, seus pilares e oportunidades transformam a empresa em uma indústria mais competitiva.

Quais são os principais desafios de implementação da tecnologia industrial?

Se os benefícios são tantos, por que todas as industrias já não utilizam dessa tecnologia? Isso se deve ao fato de que como toda mudança, sempre existirá resistência, e aquela famosa (e fatídica) frase: “Mas sempre fizemos desse jeito e deu certo”, acaba sendo escudo para evitar a mudança que deve ser realizada.

A utilização de tecnologia para simplificação e mensuração automatizada de processos virou requisito das empresas competitivas justamente por achatar a curva de gastos e incrementar a de receita.

Dentre os grandes desafios para essa implantação está a resistência a mudança desse processo. Por isso, é extremamente importante que os líderes da organização entendam a importância. E mais do que isso, sejam propagadores dessa nova forma de trabalho.

Outro aspecto que pode facilitar a entrada da Indústria 4.0, é a utilização de projeto piloto em alguma área específica que esteja mais aberta à mudança. Assim, com um investimento menor, já é possível entender o passo a passo de como será a implantação da tecnologia industrial, identificando e mitigando possíveis problemas.

Outro possível dificultador é a limitação de infraestrutura sistêmica para colocar em prática a Indústria 4.0. Porém, todos esses pontos podem ser superados com:

  • Pessoas capacitadas;
  • Líderes engajados;
  • E processo de implantação em fases.

Quais são os pilares da Indústria 4.0?

Portanto, para essa implantação temos 10 tecnologias aplicadas à Indústria 4.0, que são os pilares fundamentais da Quarta Revolução Industrial, sendo elas:

  1. Robôs inteligentes, que interagem com outras máquinas e com seres humanos;
  2. Manufatura Aditiva e Híbrida, permitindo a produção através de impressoras 3D;
  3. Simulação virtual, podendo prototipar soluções, trazendo eficiência para os processos;
  4. Integração de sistemas, que integram a cadeia produtiva;
  5. Internet das coisas, proporcionando conectividade de diversos dispositivos, flexibilizando acesso e controle no processo;
  6. Big data & analytics, inteligência para melhoria contínua em tempo real;
  7. Cloud computing, acesso ao banco de dados de qualquer lugar;
  8. Segurança Ciberbética, sistemas de comunicação mais seguros;
  9. Realidade aumentada, atuação dentro dos sistemas para um reparo, ou nova parametrização no processo;
  10. Ética, pautada por princípios universais.

Quais são os softwares que possibilitam a implantação desses pilares?

Existem inúmeras opções no mercado de softwares que apoiam na implantação dos pilares da indústria 4.0. Sendo alguns dos mais utilizados, descritos abaixo:

  • iPRIMUM: é uma plataforma integrada de gestão, que se baseia na padronização de processos, aumento da produtividade e eficiência, redução de custos e desperdícios na produção, aumento de colaboração entre áreas, segurança da informação e aumento da assertividade durante a tomada de decisão.
  • Honeywell: digitalização do workflow operacional, visando integração de ferramentas.
  • HSI Smart Solution: soluções inteligentes que garantem visualização do desempenho em tempo real, gestão da qualidade, manutenção, materiais entre outros.

Portanto a Indústria  4.0, através da tecnologia industrial, visa trazer a melhoria contínua dos produtos para aumento da qualidade no produto final, e eficiência no processo para reduções de custos.

Trazendo as indústrias para a competitividade do mundo tecnológico dos dias de hoje.

Compartilhe:

Mais artigos

Sentiu falta de algum conteúdo? Manda uma sugestão para a gente!