Seu blog sobre Indústria 4.0

Indústria 5.0: entenda o conceito e os pilares

Indústria 5.0

A Indústria 5.0 é a evolução da Indústria 4.0, que ainda está sendo implementada por muitas indústrias. Mas mesmo assim, já existe uma nova abordagem muito importante no setor industrial. Tanto pequenas, médias quanto grandes empresas precisam estar atentas para seguir competitivas no mercado.

Nessa nova abordagem industrial, é possível perceber que o fator humano é muito mais considerado do que no passado. E os resultados alcançados com a forma de trabalho da Indústria 5.0 são muito interessantes.

Com maior toque humano, os produtos tendem a ser mais personalizados conforme a demanda do mercado. Com isso, os consumidores ficam mais satisfeitos e seguem comprando os produtos.

Surgimento e objetivo da Indústria 5.0

A Indústria 5.0 tem como objetivo garantir a interação entre humanos e robôs. A ideia principal é chegar em uma sociedade mais igualitária, inclusiva e sustentável.

De fato, ainda existe um movimento para o desenvolvimento de fábricas inteligentes e conectadas com a Indústria 4.0. Mesmo assim, a nova tendência com um toque mais humanizado nas indústrias vem ganhando força.

Nesse sentido, é possível perceber uma clara diferença entre a Indústria 4.0 e 5.0. Na Indústria 4.0 o foco estava completamente em ter indústrias cada vez mais automatizadas e sem o toque humano. Já na Indústria 5.0 a proposta é diferenciada, focando no fator humano.

E embora a Indústria 4.0 tenha iniciado no setor industrial há aproximadamente 10 anos, já existe uma evolução no mercado que está sempre mudando. O novo modelo de trabalho propõe que a mão de obra humana e robótica atuem em conjunto. Para isso, utiliza-se as tecnologias da Indústria 4.0 misturadas com o toque humano. Tecnologias como a Inteligência Artificial e a robótica podem ser utilizadas também na Indústria 5.0.

Essa mudança na realidade das indústrias está acontecendo porque o mercado e os consumidores estão cada vez mais exigentes. As pessoas querem produtos mais personalizados, pensados de forma individualizada para suas necessidades.

E como uma fábrica completamente automatizada é ótima apenas para produção em larga escala, é necessário mudar alguma coisa. Nesse caso, a solução é adicionar o toque humano e a criatividade inerente aos humanos nos processos produtivos, sendo essa a proposta da Indústria 5.0.

Características da Indústria 5.0

Na Indústria 5.0 há uma grande conexão homem-máquina, com a tecnologia apoiando a personalização de produtos. Dessa forma há mais agilidade, eficiência e assertividade ao criar novos produtos que atendam aquilo que o mercado está exigindo.

Interconexão

A fim de chegar ao objetivo de suprir a demanda do mercado atualmente, a interconexão entre homem e máquina é indispensável.

Somente assim será possível chegar à customização exigida pela Indústria 5.0, e ainda mantendo a produção em grande escala.

Suporte cognitivo

Outra característica importante da Indústria 5.0 é o suporte cognitivo. Sendo que a Indústria 5.0 é uma grande incentivadora do destaque da inteligência humana acima dos processos industriais.

Se você parar para pensar, algumas características essencialmente humanas não podem ser substituídas por um robô. A capacidade de tomar decisões considerando cenários diversos, a personalização e customização de produtos, são exemplos.

Portanto, o medo que existia com as outras revoluções industriais de que os humanos perderiam seu espaço nas indústrias não existe mais.

A situação na verdade é o reverso disso. Pois a Indústria 5.0 considera que os profissionais estarão trabalhando em conjunto com os robôs, recebendo ajuda nas tarefas mais perigosas e repetitivas.

Personalização e toque humano

A terceira grande característica da Indústria 5.0 é o fator humano, responsável pela personalização da tecnologia.

Quando a Indústria 4.0 é bem aplicada, diversas atividades repetitivas ou até mesmo perigosas passam a ser realizadas pelas máquinas. Então, é possível utilizar a força de trabalho humana para diferenciar produtos e criar novas soluções para o mercado.

Com isso o resultado da Indústria 5.0 é adicionar um valor agregado aos produtos. Essa diferenciação é exatamente o que os consumidores vêm buscando atualmente.

Benefícios da Indústria 5.0

Conforme já citado acima, existem diversos benefícios e vantagens quando uma empresa aplica os conceitos da Indústria 5.0.

O foco está cada vez mais em entender como ter uma interconexão entre homem e máquina. A fim de aproveitar ao máximo o que cada lado pode oferecer para a indústria.

Com a automação das indústrias e o suporte cognitivo do ser humano trabalhando em conjunto é possível ter decisões mais assertivas. Afinal, dados crus simplesmente organizados em uma tabela ou relatório não são suficientes para tomar uma ação estratégica.

Nesse sentido, a inteligência humana, o toque humano e a personalização de produtos se tornam complementares à tecnologia. E por isso, produtos mais compatíveis com o que o mercado procura podem ser produzidos utilizando a Indústria 5.0.

Otimização de custos

Com a parceria entre máquinas e seres humanos, é muito mais fácil encontrar soluções e redução de custos nos processos industriais. Quando as atividades que fazem parte do processo produtivo são realizadas com maior produtividade e eficiência, menos perdas acontecem no dia a dia.

Além disso, um fator importante a considerar é a segurança das pessoas que trabalham na fábrica. Existem diversas atividades que configuram riscos para os humanos, mas que para as máquinas são apenas ações programadas para executar.

Dessa forma, quando a utilização da Indústria 5.0 está acontecendo, não há tanta preocupação com acidentes de trabalho. Além de que as atividades com difícil acesso ou trabalho no calor ou frio, por exemplo, podem ser realizadas de forma mais rápida.

Reconhecimento da participação humana

Como já foi possível perceber, a Indústria 5.0 atua para que as pessoas sejam cada vez mais valorizadas. Assim, o potencial humano se torna um diferencial na estrutura de qualquer indústria, afinal são as pessoas que agregam valor aos produtos.

Portanto, na Indústria 5.0 as pessoas se tornam parte estratégica do negócio, não apenas peças que executam tarefas operacionais.

Considerando tudo isso, é necessário que os colaboradores se capacitem para que consigam se manter no mercado de trabalho. Essa capacitação pode ser oferecida pela própria empresa, a fim de manter a mão de obra que trabalha atualmente na empresa. Por outro lado, também é possível se capacitar com cursos e estudos fora do horário de trabalho.

O importante é entender que a Indústria 5.0 existe, e está mudando a forma como as indústrias executam suas tarefas. E para que seja possível que um profissional se mantenha no mercado de forma competitiva, é cada vez mais necessário se capacitar para tomar melhores decisões no setor industrial.

Compartilhe:

Mais artigos

Sentiu falta de algum conteúdo? Manda uma sugestão para a gente!