Seu blog sobre Indústria 4.0

Inteligência artificial: um caminho para novos desafios

A Inteligência Artificial está presente hoje e é o caminho para inovação no futuro. Entenda tudo sobre IA neste artigo completo.
inteligência artificial

Afinal, o’que é inteligência artificial? Quando você pensa em tecnologia, o que vem à sua mente? Provavelmente alguma coisa que tenha Inteligência Artificial, como um robô, telas com gráficos e dados, ou até mesmo aplicativos no seu celular. 

Mesmo que você não perceba, a IA está presente todos os dias na sua vida. As soluções desenvolvidas a partir da Inteligência Artificial facilitam a vida das pessoas, deixando tarefas que antes eram repetitivas e demoradas, mais automatizadas e simples.

Essa tecnologia é tão comum que hoje em dia muitas pessoas estão se qualificando para trabalhar como um profissional de IA. E embora seja uma área considerada difícil pela sua base com matemática, lógica e programação, se você gosta desse tipo de assunto é interessante estudar sobre Inteligência Artificial para conseguir uma ótima colocação profissional no futuro.

Pensando na importância da IA na vida das pessoas, neste artigo completo você vai entender o que é e como funciona a Inteligência Artificial e seus diferentes tipos. Além disso, você vai perceber como ter uma aplicação de IA no dia a dia das pessoas e também das indústrias é cada vez mais comum. E por fim, saberá como ingressar nessa área tão promissora, caso esse seja o seu desejo profissional.

O’que é inteligência artificial e como ela funciona?

Desde a década de 50, cientistas e empresários começaram a buscar uma forma para desenvolver máquinas capazes de imitar a inteligência e o comportamento humano. É desse objetivo do passado que nasce o medo que as pessoas tinham e ainda tem de serem substituídas pelas máquinas no futuro.

Atualmente, por outro lado, sabemos que a Inteligência Artificial é usada para diversos outros usos. Como quando você é atendido por um assistente virtual em uma loja, quando ativa as pesquisas por voz no seu celular ou precisa habilitar alguma transação em aplicativos usando o reconhecimento facial.

Além disso, nas indústrias diversos equipamentos utilizam a IA para interpretar dados e aprender padrões com eles. Depois, são capazes até mesmo de melhorar o sistema para que cada vez melhores análises, relatórios e identificação de tendências sejam realizadas.

Mas o desenvolvimento da Inteligência Artificial não aconteceu de forma linear desde a década de 50. Na verdade, entre 1960 e 1990 vários projetos e sonhos dos pesquisadores precisaram ser paralisados pois não havia tecnologia o suficiente para colocá-los em prática.

Porém, depois desse período de altos e baixos, a IA começou a ter cada vez mais aplicações e investimentos. Engenheiros e cientistas de dados começaram a trabalhar cada vez mais focados em desenvolver algoritmos, códigos e estruturas complexas para fazer a Inteligência Artificial crescer cada vez mais.

Entenda o que é Machine Learning e Deep Learning na IA

Quando falamos que as máquinas estão aprendendo com as atividades que realizam, estamos falando de Machine Learning. Essa aplicação de IA é utilizada para que os computadores se desenvolvam a ponto de ter autonomia para tomar decisões com a mínima participação humana.

Esse aprendizado acontece quando a máquina tem contato com muitos dados e consegue identificar um padrão entre eles. Estes dados passam de simples informações e viram fonte de conhecimento para os sistemas. Como resultado, as máquinas conseguem sugerir melhorias, sempre baseadas no que foi coletado anteriormente.

Sabe aquela lista de filmes recomendados da Netflix? Ou uma playlist do Spotify que foi pensada especialmente para você. Ou quem sabe ainda as recomendações de compra de uma loja a partir das suas últimas escolhas e filtros.

Tudo isso é possível hoje porque o Machine Learning existe. Cada vez mais as empresas ganham com esse tipo de aplicação de IA, pois conseguem chegar mais próximo dos clientes mesmo sem precisar fazer esforço para isso.

Além do Machine Learning e suas aplicações, também temos o Deep Learning. Para conseguir tornar as máquinas capazes de pensar, o Machine Learning foca em como fazer isso sem precisarem estar programadas para a tarefa.

Mas o Deep Learning vai além do alcance do Machine Learning, e cria modelos hierárquicos mais complexos que realmente buscam simular como os humanos aprendem.

O Deep Learning também é a área da Inteligência Artificial utilizada para que o reconhecimento de fala exista, e também as traduções simultâneas em vídeos, por exemplo.

Existem diversos outros usos de IA no dia a dia e nas operações industriais e você pode ler mais sobre isso aqui. Logo abaixo confira as 10 aplicações de IA mais comuns, sendo 3 delas na indústria e empresas, e outras 7 no dia a dia da população em geral.

10 aplicações de Inteligência Artificial mais comuns

Para iniciar as aplicações de IA mais comuns, é possível citar 3 casos onde a Inteligência Artificial é utilizada por empresas e pela indústria.

3 aplicações de Inteligência Artificial nas empresas e indústrias

1. Chatbots para atendimento ao cliente 

Os chatbots revolucionaram a forma como as empresas fazem o atendimento ao cliente. Se antes demoravam vários minutos ou até horas para conseguir atender alguém, agora muitos problemas básicos podem ser resolvidos pela Inteligência Artificial dos chatbots.

Se em algum momento uma pergunta inesperada ou muito complexa for feita e o robô não conseguir dar sequência ao atendimento, o cliente entra na fila de espera para conversar com um humano e seguir solucionando os seus problemas.

A boa notícia é que o percentual de casos em que isso acontece não é muito grande, e por isso essa tecnologia vale tanto a pena.

Algumas atividades básicas que foram automatizadas dessa forma:

  • Cadastro de clientes;
  • Consulta de informações automatizadas como fatura de cartão de crédito, dados de conta bancária, preços de produtos, políticas de troca ou reembolso, horários de atendimento, etc;
  • Menor número de ligações;
  • Tempo de resposta reduzido e maior satisfação dos clientes com o atendimento.

2. Departamentos de RH

Mesmo que trabalhem com desenvolvimento de pessoas, o departamento de recursos humanos da empresa que você trabalha provavelmente utiliza alguma aplicação de IA nas operações do dia a dia.

Um exemplo prático é a avaliação de desempenho dos colaboradores. No passado era preciso avaliar diversos números, resultados e conquistas do funcionário para dizer se este estava alcançando ou não seus objetivos.

Hoje, com softwares que fazem a análise dessas informações em instantes, fica muito mais fácil ter uma visão geral do colaborador. Além disso, quando alguém inclui uma informação no sistema, não há risco de esquecimento ou de informações incompletas.

Como resultado disso, gestores conseguem tomar decisões mais rapidamente e baseados em dados confiáveis.

3. Manutenção preditiva industrial

Uma indústria normalmente utiliza uma série de equipamentos que podem ter sensores e automação de tarefas. Assim, esta tecnologia consegue avaliar a necessidade de troca de peças ou ajustes finos antes que problemas aconteçam.

Em um processo produtivo contínuo, quando uma parada acontece, perde-se muito tempo e consequentemente produtividade. Isso porque é difícil de identificar o problema que aconteceu, qual é a peça que deve ser trocada ou ajuste que deve ser feito. 

Além disso, quando é possível identificar como consertar o equipamento, pode ser necessário aguardar uma peça específica ser comprada e entregue. Ou até mesmo ser preciso fazer o agendamento de uma visita técnica do fornecedor.

Mas com a utilização da IA, um pequeno sensor de calor, por exemplo, pode ser capaz de identificar que a temperatura interna da máquina está diferente e soar um alerta. Este será avaliado pelo operador de máquina e se necessário uma ação preditiva será tomada.

Por fim, essa é uma grande vantagem para as manutenções programadas. Porque mesmo que exista a IA na máquina, ainda assim alguns procedimentos de manutenção preventiva devem ser realizados.

Essa aplicação de IA é útil nesse sentido porque a própria máquina será capaz de informar o momento ideal de realizar a manutenção sem prejudicar o andamento do trabalho.

7 Aplicações de IA no dia a dia

Agora que já foi possível entender o’que é inteligência artificial e as aplicações importantes  nas empresas e na indústria, é o momento de abordar os usos mais frequentes de IA na rotina das pessoas.

1. Google 

O Google é uma empresa com diversos produtos, e em todos a Inteligência Artificial é utilizada, tanto que é considerada uma empresa AI-first. Alguns recursos do Google que mais utilizam IA são:

  • Pesquisas no Google Chrome;
  • Armazenamento de fotos e vídeos pelo Google Fotos;
  • Envio de emails pelo Gmail;
  • Pesquisa de vídeos no YouTube;
  • Rotas de viagens pelo Google Maps.

Pensando em um exemplo prático do Google Fotos, é possível perceber que a IA desse sistema consegue reconhecer imagens armazenadas ali. Se você buscar por palavras chave como “animais de estimação”, “parques” e “abraços”, o sistema encontrará as imagens relacionadas para você.

Além disso, o Google Fotos identifica rostos e agrupa todas as suas fotos com uma outra pessoa para que você acesse. 

Outro exemplo é o YouTube. Você já percebeu que sempre que assiste a um vídeo de conteúdo ou clipe de música, novos vídeos similares são recomendados?

Isso acontece porque o sistema é capaz de entender o que você mais gosta de assistir, e recomendar novos conteúdos parecidos para que você continue se entretendo na plataforma. Tudo isso porque a Inteligência Artificial está sendo utilizada.

2. Comércio Eletrônico (e-commerce) 

No mundo das vendas pela internet, a Inteligência Artificial é capaz de auxiliar a alavancar resultados e analisar em detalhes o que acontece nas páginas de venda. 

Assim como citado acima com o YouTube, lojas virtuais também utilizam a aplicação de IA de recomendação. Mas agora, estamos falando de recomendação de produtos ou serviços oferecidos por aquele e-commerce.

Cada consumidor recebe recomendações individuais, considerando seu histórico de busca e também de compras finalizadas. Com isso as chances de uma nova compra crescem, afinal são produtos e serviços que o cliente se identifica.

Além dessa aplicação geral para os comércios eletrônicos, grandes empresas desse setor como Amazon e eBay vão ainda mais longe.

Estas empresas disponibilizam buscas por imagem e voz. Então se você não sabe o nome de uma peça de roupa mas tem uma referência em imagem, pode anexar que o buscador encontrará opções similares para você.

Da mesma forma, se está com preguiça ou não consegue digitar o produto que está buscando por qualquer motivo, pode usar o sistema de pesquisa por voz que a IA entenderá o seu pedido e mostrará os resultados.

3. Casas Inteligentes 

As casas inteligentes estão cada vez ficando mais comuns, mas como a tecnologia ainda é cara, não são acessíveis a todos. Embora muitas famílias sigam sonhando em ter robôs pela casa auxiliando na limpeza, na organização da casa, fazendo as compras e até mesmo cuidando das crianças, essa não é a realidade das casas inteligentes.

Para considerar que você tem uma casa inteligente, pense em tudo o que pode ser automatizado:

  • Abrir e fechar portas, janelas e cortinas;
  • Acender e apagar luzes;
  • Ativar e desativar aparelhos domésticos;
  • Ter um sistema de segurança controlado pelo celular;
  • Receber informações sobre compromissos ou notícias através de uma assistente;
  • Entre outros.

Este mercado está em expansão no Brasil e em todo o mundo, sendo que novidades estão sempre surgindo para deixar a casa dos consumidores mais inteligentes. Se esse é um objetivo para você, acompanhe sempre as novidades que vão surgindo.

4. Reconhecimento Facial 

Originalmente, sistemas de reconhecimento facial foram desenvolvidos para identificar pessoas através de imagem ou vídeo. Contudo, atualmente a tecnologia de reconhecimento facial é utilizada em massa para desbloquear celulares ou acessar aplicativos de bancos, por exemplo. 

Através da Inteligência Artificial, esse tipo de sistema consegue identificar a presença de rostos, além de indicar os atributos que este rosto apresenta. Por isso, quando você cadastra o seu rosto para desbloquear a tela do seu celular, até mesmo colocar ou tirar os óculos pode afetar a leitura.

Outras coisas que essa aplicação de IA é capaz de executar são: identificar o humor da pessoa analisada, identificar se os olhos estão abertos ou fechados, qual é a cor do cabelo e a geometria do rosto.

Mas além do uso em celulares, o reconhecimento facial também é utilizado para reconhecer pessoas famosas em eventos, e para ajudar na identificação de pessoas no resgate de vítimas de tráfico de pessoas. 

5. Câmeras de vigilância

A segurança das pessoas é um assunto muito delicado, afinal é importante que os governos trabalhem sempre para oferecer ambientes e ruas seguras à população. Na prática, para garantir isso, a Inteligência Artificial pode ajudar.

Sistemas de vigilância modernos são posicionados em pontos estratégicos da cidade e contam com várias funções. Além de filmarem o que está acontecendo nas ruas (para fins de segurança pública), as câmeras também conseguem identificar indivíduos foragidos da justiça, por exemplo.

Isso acontece com o reconhecimento facial e análise aprofundada de diversas características do procurado em questão. Então um alerta pode ser emitido para que o trabalho da polícia continue a partir dessa identificação.

6. Mercado financeiro 

Se você já estudou um pouco sobre a bolsa de valores e suas oscilações, sabe que é humanamente impossível acompanhar tudo o que acontece a todo momento nesse setor. Nesse sentido, uma ótima aplicação de IA é automatizar as análises e observações através de softwares e aplicativos.

Assim, decisões melhores e mais rápidas podem ser tomadas, além de conseguir identificar tendências nos números que até então estavam ficando perdidos.

7. Aplicativos de trânsito

Selecionar o seu local de destino em uma viagem ou saída de carro pela cidade facilita muito a vida de qualquer pessoa. Se antigamente era preciso memorizar o caminho, pedir informações na rua e provavelmente se perder algumas vezes, hoje tudo isso é resolvido com os aplicativos de rota de trânsito.

Essa tecnologia é capaz de analisar a rede de dispositivos móveis, os dados fornecidos por satélites e interpretar os dados do trânsito em tempo real.

É assim que você recebe opções variadas de rotas a utilizar, para que consiga chegar o mais rápido possível ao local que deseja.

Como é possível perceber, existem inúmeras oportunidades a serem desenvolvidas usando a Inteligência Artificial. 

E para que isso aconteça, cada vez mais profissionais qualificados precisam entrar para o mercado de trabalho. Ser um profissional de IA, como um Cientista de Dados, por exemplo, pode ser uma boa opção para quem gosta de matemática, lógica e tecnologia.

O mercado de trabalho de IA no Brasil 

Trabalhar com IA no Brasil e no mundo inteiro é uma grande oportunidade, visto que desde o início da pandemia de Covid-19, cerca de 48% das empresas brasileiras começaram a utilizar algum tipo de Inteligência Artificial em suas operações.

Além disso, segundo um estudo da Universidade de Stanford nos Estados Unidos, o Brasil é o país que mais contrata especialistas em IA no mundo.

Portanto, se esse é o seu objetivo profissional, saiba que além de trabalhar no Brasil, é possível encontrar bons empregos em outros países. Seja para trabalhar remotamente ou até mesmo viver em um novo país.

Quais as principais especificações de um profissional de IA 

Alguém que deseja trabalhar com IA deve se interessar por assuntos como automação, robótica, programação, algoritmos e softwares diversos. 

E para conseguir estudar e se destacar na área é indispensável ter conhecimentos de matemática, tecnologia, lógica e engenharia. 

É claro que essa área é desafiadora e considerada difícil por muitas pessoas, mas se você se identifica com esses assuntos e quer ser bem remunerado pelo seu trabalho, a área de Inteligência Artificial pode ser uma boa opção.

Você pode começar estudando sobre assuntos gerais como programação, matemática, linguagens como python, C ou CC++, álgebra, big data e machine learning. 

Ou então, seguir o programa de estudos de um curso de especialização focado em IA. Estes existem em diversas universidades no Brasil e no mundo, e quando forem cursos de instituições sérias você pode confiar.

Mas é importante sempre verificar os assuntos abordados antes de iniciar um curso de IA. E comparar se as habilidades que você vai desenvolver com o curso são realmente úteis e exigidas pelas empresas com vagas de emprego abertas na área.

Afinal, de nada adianta você ter o interesse, estudar, e quando chegar para uma entrevista de emprego perceber que poderia ter colocado dedicação em outras áreas dentro do grande setor que é a tecnologia.

Quais são os cargos e salários de um profissional de IA

Existe uma gama grande de cargos para quem quer trabalhar com Inteligência Artificial, sendo que os mais comuns são apresentados abaixo. Assim, você já pode ter uma ideia dos termos e valores pagos a um profissional de IA.

Arquiteto de dados 

O salário médio é de R$ 9.350 por mês. 

Cientista de Machine Learning e Engenheiro de Machine Learning 

O salário médio é de R$ 7.338 por mês. 

Cientista de dados 

O salário médio é de R$ 6.769,46 por mês. 

Desenvolvedor de softwares e desenvolvedor de sistemas 

O salário médio é de 4.436 por mês.

Embora as profissões acima sejam bastante comuns, a verdade é que profissionais de qualquer área podem se especializar em IA para agregar valor ao trabalho que já realizam hoje.

Afinal, a tecnologia só vai se desenvolver cada vez mais, e quanto mais atualizado o profissional estiver, maiores chances de se manter no mercado de trabalho.

Conheça a IndustriALL e sua atuação com Inteligência Artificial

A IndustriALL é uma empresa startup que tem como objetivo impulsionar a performance de indústrias através de Inteligência Artificial e Integração de Sistemas. 

Estes são dois pilares da Indústria 4.0, que é indispensável para que as empresas sigam competitivas no mercado hoje.

É através de soluções de Inteligência Artificial e Integração de Sistemas que é possível melhorar produtos e serviços, entender de que forma os problemas estão afetando nos resultados e aumentar a produtividade.

A IndustriALL reconhece a importância de uma cultura data-driven e aposta em tecnologia de ponta para entender, organizar e ativar dados.

Os dados hoje são grandes ativos que as indústrias e empresas em geral possuem. A partir desse tipo de informação, a IndustriALL oferece apoio para que a tomada de decisão seja mais assertiva, os riscos sejam reduzidos, a produtividade aumente e as perdas de produção sejam reduzidas.

Você entendeu tudo sobre o’que é inteligência artificial? Aproveite para conhecer mais dos nossos conteúdos. Obrigado!

Compartilhe:

Mais artigos

Sentiu falta de algum conteúdo? Manda uma sugestão para a gente!