Seu blog sobre Indústria 4.0

O avanço tecnológico nas Indústrias Siderúrgicas

A indústria 4.0 é uma revolução que está acontecendo nas indústrias de todo o mundo. Ela inclui tecnologias muito avançadas nos processos produtivos das fábricas.

Esta mudança tecnológica das indústrias também é chamada de 4ª Revolução Industrial. E assim, é algo que gera inovação e produtividade nas indústrias.

Dentro da indústria 4.0 existem diversas tecnologias que podem auxiliar as fábricas. Como exemplos é possível citar a inteligência artificial, computação em nuvem, big data, cyber segurança. E também a internet das coisas, robótica avançada, manufatura digital e aditiva. Por fim, integração de sistemas, sistemas de simulação e digitalização.

Nesse sentido, é indispensável que as grandes indústrias do setor de siderurgia compreendam que esse fenômeno está acontecendo. E ainda mais importante, é preciso que as indústrias façam as mudanças necessárias em suas fábricas. Para então aproveitar ao máximo essa tecnologia.

O impacto da Indústria 4.0 no Brasil

O termo Indústria 4.0 foi usado pela primeira vez em 2012. Ainda assim, a implementação da tecnologia no Brasil não é ideal. Porém, em 2020, com o início da pandemia de Covid-19, houve uma grande aceleração na transformação digital das indústrias do país.

Inclusive, dados de uma pesquisa da CNI (Confederação Nacional da Indústria) mostram que 54% das empresas que adoratam alguma tecnologia digial em 2020 tiveram mais lucro do que antes da pandemia.

No Brasil, as tecnologias mais adotadas incluem o Big Data, impressoras 3D e simulações computacionais. Com o uso dessas tecnologias, os impactos são muito positivos. Visto que as indústrias observam mais eficácia em seus processos, agilidade da comunicação e qualidade das informações fornecidas. E ainda, maior produtividade entre os colaboradores.

Além das vantagens para os negócios, a Indústria 4.0 também está resultando em maior número de funcionários nas empresas. Nesse sentido, a pesquisa da CNI mostra que 30% das indústrias que utilizam agora alguma tecnologia da Indústria 4.0 estão com seus quadros de colaboradores maiores do que antes da pandemia iniciar.

Existe, porém, uma mudança no perfil dos trabalhadores. Estes devem ser mais qualificados para utilizar os softwares e hardwares necessários. Consequentemente, essa realidade gera impactos nas formações que os colaboradores das empresas devem realizar.

Muitas vezes é uma boa opção a própria empresa investir em educação dos seus funcionários atuais. Dessa forma é possível valorizar os talentos que já fazem parte do quadro de colaboradores.

Número de empresas que utilizam a Indústria 4.0 deve crescer

Embora o número de empresas utilizando a Indústria 4.0 tenha aumentado muito em 2020, dados da ABDI (Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial) mostram que apenas 2% das indústrias utilizam a Indústria 4.0 atualmente.

Ainda que pequeno, este número é motivador. Afinal a grande maioria das indústrias ainda tem espaço para crescer mais. Hoje o Brasil ocupa a posição 62 do ranking mundial, mas com investimentos e tecnologia é possível chegar a novos patamares.

Impactos da Indústria 4.0 na siderurgia

Assim como diversos outros tipos de indústrias, a siderurgia vem aproveitando as oportunidades que a tecnologia traz pra melhorar seu processo produtivo.

Com a utilização da Indústria 4.0, as usinas siderúrgicas são capazes de se tornarem mais autônomas. Ao utilizar a Internet das Coisas (IoT), por exemplo, é possível que a produção seja melhor documentada e avaliada pelos robôs.

Além disso, os sensores das fábricas utilizados como parte da Indústria 4.0 são muito úteis na siderurgia. Isso porque coletam grande quantidade de dados que será depois interpretada pela Inteligência Artificial (IA).

Outro impacto importante nas siderúrgicas é que o planejamento de paradas de manutenção é muito mais assertivo, facilitando a gestão preditiva dos equipamentos. E também reduzindo gastos desnecessários ou paralisando a produção por muito tempo.

Ter uma indústria siderúrgica digitalizada também permite que a empresa tenha uma melhor interação com fornecedores e clientes. Isso porque a empresa consegue utilizar ferramentas, plataformas e aplicativos que possibilitam a solução de problemas de forma muito mais ágil. O rastreamento de pedidos dos fornecedores ou entrega para clientes, por exemplo, é muito mais confiável e rastreável com a tecnologia da Indústria 4.0.

O que esperar para o futuro da siderurgia

A indústria siderúrgia vem mudando conforme os anos passam, e isso não seria diferente com a Indústria 4.0. Através da tecnologia implementada nas fábricas é possível ter mais eficiência no chão de fábrica, o que resulta em melhores indicadores para a empresa.

Com a automação e análise de Big Data as fábricas terão equipamentos autônomos, que poderão tomar decisões sem intervenção humana. Isso será possível através de indicadores e evidências coletados através dos dados que os sensores e a integração de sistemas permite.

Por causa da tecnologia empregada, será possível desenvolver produtos mais customizados em alta escala, deixando o consumidor final mais satisfeito e engajado com a marca.

Portanto, ao utilizar da tecnolgia da Indústria 4.0, as siderúrgicas estarão melhor preparadas para ter sucesso no futuro que é digital.

Importância de incluir a Indústria 4.0 na sua empresa

Como você já percebeu, existem muitas vantagens para os negócios que utilizam a tecnologia da Indústria 4.0. Além disso, quem não se atualiza pode acabar sendo ultrapassado pela concorrência que está buscando soluções mais inteligentes e ágeis para suas empresas.

Assim, é possível citar uma série de benefícios que as indústrias siderúrgicas têm ao implementar essa tecnologia. 

Começando pelo aumento da competitividade perante os principais concorrentes, maior eficiência nos processos da indústria e desenvolvimento de um ambiente mais inovador para os colaboradores. 

Adicionalmente, também há redução de erros e falhas pela utilização de máquinas mais preparadas para identificar problemas. Consequentemente, o desperdício diminui e há redução de gastos desnecessários.

Em um nível de gerência, a tomada de decisões se torna mais assertiva pois está baseada em dados reais e atualizados. E finalmente, a segurança na fábrica aumenta. Pois há utilização de máquinas para atividades repetitivas e também a possibilidade de trabalho remoto.

Compartilhe:

Mais artigos

Sentiu falta de algum conteúdo? Manda uma sugestão para a gente!